LESSON 21

História do Cinema Nacional

O cinema nacional começou a desenvolver na década dos anos 60 a fase chamada de CINEMA NOVO. Várias produções nacionais ganharam destaque internacional. O filme O pagador de promessas foi o primeiro filme a ser premiado com a Palma de Ouro do Festival de Cinema de Cannes.Com o lema “uma câmara na mo e uma idéia na cabeça”, outros diretos impulsionaram o Cinema Novo, retratando a realidade e criticando os grandes problemas do Brasil.Nas décadas de 70 e 80, ocorreu um período de crise para o cinema nacional. Foi adotada uma linguagem mais simplista e de fácil aceitaço. Temas simples e de caráter sexual. Foi a época das porno-chanchadas. A qualidade foi deixada de lado. O cinema começa a ser produzido em larga escala.

Nos anos 90, era da Indústria Cinematográfica em busca de grandes bilheterias e grandes lucros, o filme passa a ser um produto rentável. Nesse sentido, as produções brasileiras procuram atender públicos diversos. Com políticas de incentivo e empresas patrocinadoras, o Brasil começa a produzir filmes que mobilizam grande número de espectadores.

Quando o Brasil saiu do período militar, Fernando Collor foi eleito pelo povo para presidir o país. Logo, ele confiscou toda a reserva particular da populaço e extinguiu a Embrafilmes, o Concine, a Fundaço do Cinema Brasileiro, o Ministério da Cultura e suas leis de incentivos. Com o fim desses órgos federais, tornou-se quase impossível se fazer cinema no Brasil, beiramos a extinço. Porém, a produço de documentários brasileira no se inibiu devido à possibilidade da gravaço em vídeo e sua exibiço em canais de TV educativos. Fora isso, os curtas-metragens continuaram firmes frente às imposições do governo Collor.

Um fato curioso: em 1992, o Festival de Brasília foi adiado pela falta de filmes concorrentes, apenas A Grande Arte de Walter Salles, co-produzido nos EUA, foi inscrito. No governo de FHC, o Cinema no Brasil voltou às produções. No ano de 1994 foram lançados vários longas-metragens de diversos diretores. No entanto, a partir de 1995, com um forte investimento nas leis de incentivo e principalmente a Lei do Audiovisual, passa-se a falar numa retomada do cinema nacional.

E, para terminar, no podíamos no comentar sobre o filme Cidade de Deus, de Fernando Meirelles, conhecido mundialmente no só pela qualidade do filme, mas pela discusso que ele colocou na boca do povo a respeito da situaço das crianças e jovens nas favelas e seu relacionamento com o tráfico. O legal do filme é que ele no dá uma soluço para o problema, mas deixa bem claro que ele existe e que alguma coisa tem que ser feita.






[recaptcha]




No Free Email Accounts


[recaptcha]